Convite para o Simpósio Produção Imobiliária e Outros Fazeres da Cidade

Caro(a)s estudantes, professore(a)s, pesquisadore(a)s, profissionais e membros de coletivos e movimentos sociais,

É com grande prazer que anunciamos e convidamos a todo(a)s o(a)s interessado(a)s para o Simpósio Produção Imobiliária e Outros Fazeres da Cidade – promovido pelo Grupo de Pesquisa Lugar Comum, a Faculdade de Arquitetura da UFBA e o seu Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo -, que será realizado de 3 a 6 de junho de 2019 na cidade de Salvador. 

Em debate, o campo de conhecimentos sobre a produção imobiliária latino-americana em (des)articulação com Outros fazeres da Cidade. Inscrições e submissões de propostas de oficinas até 03 de maio de 2019.

Atenciosamente,

Comissão Organizadora do Simpósio

Site do evento: www.bit.ly/simposiofaufba

A Anpur oficia o Sr. Ministro da Educação sobre os recursos da Capes para o Sistema Nacional de Pós-Graduação

Preocupada com as notícias de falta de previsão de recursos dos Programas PROAP e PROEX da Capes para financiamento de custeio do Sistema Nacional de Pós-Graduação para o ano de 2019, a diretoria da ANPUR resolveu oficiar no dia 21 de março o Ministro de Estado da Educação, Sr. Ricadro Vélez Rodrigues cobrando ações para a sua provisão. Sem esses recursos é possível que muitos programas de pós-graduação parem de funcionar já em 1o de maio próximo futuro, quando se esgotam os atuais recursos da Capes. A diretoria da ANPUR solicita que TODOS os programas filiados e associados procedam da mesma forma, oficiando o Ministério da Educação.

 

Ao Excelentíssimo Senhor
RICARDO VÉLEZ RODRÍGUEZ
Ministro de Estado da Educação.
Brasília – DF

Senhor Ministro,
A diretoria da ANPUR, associação científica que reúne 70 programas de pós-graduação e pesquisa na Área de Estudos Urbanos e Regionais, recebeu com extrema preocupação informação noticiada pelo site Direto da Ciência informando que a Fundação Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) ainda não definiu as verbas de custeio dos cursos de pós-graduação registrados junto a esta fundação para o ano de 2019 (Capes atrasa estimativa anual para verbas de custeio da pós-graduação).
Com recursos previstos para durar até o fim de abril próximo futuro, milhares de cursos de pós-graduação stricto sensu de instituições de ensino superior públicas e privadas no Brasil dependem para o seu custeio das verbas do Programa de Apoio à Pós-Graduação – PROAP (no caso das instituições públicas) e do Programa de Excelência Acadêmica – PROEX (instituições públicas e privadas com nota 6 e 7).
A provisão de recursos desses dois programas é condição sine qua non para a existência de uma ciência brasileira autônoma e de qualidade, pois, conforme as portarias que regulamentam os dois programas, o seu uso é previsto para aquisição de material de consumo; para manutenção e funcionamento de laboratórios de ensino e pesquisa; para participação de professores, pesquisadores e alunos em atividades científico-acadêmicas e de intercâmbio no país e no exterior; pagamento de bolsas e taxas escolares para manutenção de bolsistas em IES privadas (no caso do PROEX), entre outros.
A cessão do pagamento desses recursos ocasionará o desmantelamento do Sistema de Nacional Pós-Graduação, com gravíssimos impactos no Setor de Pesquisa e Desenvolvimento, setor este estratégico para o próprio Desenvolvimento e Soberania Nacionais.
Dessa forma, a Diretoria da ANPUR vem por meio desta solicitar que sejam tomadas com a maior urgência possível as medidas necessárias para o provimento desses recursos, evitando que os programas de pós-graduação em todo o Brasil parem a partir de 1º de maio próximo futuro.

Atenciosamente,
EDUARDO ALBERTO CUSCE NOBRE
Presidente

 

Para cópia do ofício, clique no link.

 

 

Anpur esteve presente na reunião da SBPC

No dia 14 de março de 2019 ocorreu na sede da SBPC em São Paulo, uma reunião na qual estiveram presentes 60 representantes de sociedades científicas para discutir o contexto preocupante da Ciência Nacional e possibilidades de ação. Foram discutidos pontos para uma pauta de encontro com representantes da comunidade científica com o Sr. Marcos Pontes, Ministro de Estado do MCTIC, e a implantação de um Observatório de CT&I no Congresso Nacional visando dar vazão as reivindicações da área junto ao Parlamento. A ANPUR esteve presente representada pelo seu presidente, Prof. Eduardo Nobre. 
Maiores informações clique no link.

Prorrogadas as inscrições para submissão de trabalho ao IX Seminário Internacional sobre Desenvolviento Regional – UNISC

Datas importantes

Submissão dos trabalhos completos: 09 de novembro de 2018 até 15 de março de 2019.

Prorrogado o prazo de submissão até 15 de abril de 2019.


Avaliação dos trabalhos pelo Comitê Científico: 16 de abril a 15 de maio de 2019.
Divulgação dos trabalhos aceitos para apresentação: 03 de junho de 2019.

Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional – UNISC
(51) 3717-7392 – www.unisc.br/ppgdr

Resultado da Primeira Fase do II Prêmio Rodrigo Simões de Teses de Doutorado (2019)

A ANPUR orgulhosamente divulga os trabalhos selecionados para a Segunda Fase de seleção do II Prêmio Rodrigo Simões de Teses de Doutorado. Devido à excelente qualidade dos trabalhos enviados, nove trabalhos foram selecionados nessa primeira fase, com a seleção de um trabalho adicional.

 

  • Reinventando o urbano. Práticas culturais nas periferias e direito à cidade
    Clarice Libânio – NPGAU/EA-UFMG
  • A importância da UFFS/Campus Laranjeiras do Sul (PR) e o Desenvolvimento do Território Cantuquiriguaçu
    Luis Claudio Krajevski – PPGDR/FURB
  • Várzea do Tietê: Projeto e urbanização marginal
    Jordana Alca Barbosa Zola – FAUUSP
  • Mídia, território e comunicação ascendente: políticas e disputas para a democratização da comunicação na Argentina.
    André Buonani Pasti – Geografia Humana – USP
  • Práxis de Política Urbana no Brasil: Movimentos e Articulações Nacionais e Internacionais na Construção do Direito à Cidade
    Liana Silvia de Viveiros Oliveira – PPGAU/UFBA
  • O manejo interinstitucional da “degradação legítima”. A burocratização subordinada da avaliação de impactos ambientais no planejamento territorial coordenado pela política energética brasileira
    Julio Cesar Silva Dias – IPPUR/UFRJ
  • Articulações, sinergias e coalizões entre agentes públicos e privados na reestruturação urbana e imobiliária em Pelotas (RS)
    Natalia Daniela Soares Sá Britto – POSGEA/UFRGS
  • Mercado de trabalho e desigualdade: o nordeste brasileiro nos anos 2000
    Juliana Bacelar de Araújo – Instituto de Economia / UNICAMP
  • Polarização e centralidade: uma análise para a rede de cidades brasileira com foco nas cidades médias (2000-2010)
    Clauber Eduardo Marchezan Scherer – CEDEPLAR/UFMG

 

O resultado pode ser lido de forma completa na ata a seguir.

 

Premiação ANPUR 2019: Dissertações Selecionadas – Primeira Fase

É com profundo orgulho que a ANPUR anuncia as 8 (oito) dissertações selecionadas para a segunda fase da Premiação ANPUR 2019.

  • Mulheres e Periferias como fronteiras: o tempo-espaço das moradoras do Conjunto Habitacional José Bonifácio
    Carolina Alvim de Oliveira Freitas // FAU/USP
  • Territórios negros em Porto Alegre/RS (1800- 1970): Geografia histórica da presença negra no espaço urbano
    Daniele Machado Vieira // POSGEA/UFRGS 
  • A Qualidade da Participação Popular no Desenvolvimento Urbano da ZEIS Ilha de Deus
    Felipe Machado de Moraes // MDU/UFPE
  • Ver a cidade : modelagem da informação para regulação de assentamentos informais
    Mariana Quezado Costa Lima  // PPGau+d/UFC
  • Desmercantilização da habitação – Entre a luta e a política pública
    Marina Sanders Paolinelli // NPGAU/EA-UFMG
  • Refugiados urbanos – Estudo sobre a distribuição territorial de refugiados no Rio de Janeiro e seu impacto no processo de inteqração local
    Natalia da Cunha Cidade // PROURB/UFRJ
  • A Precificação dos Serviços de Saneamento de Agua e Esgoto e o Objetivo Social
    Savio Mourão Henrique // PPG PGT/UFABC
  • Rios urbanos e paisagem: Do Convívio à Neqação em Cachoeiro de ltapemirim – ES
    Tainah Virgínia Cypriano Penna  // PPGAU/UFES

A seleção dos trabalhos é fruto de um trabalho colaborativo da comissão presidida pelo Prof. Dr. José Júlio Ferreira Lima, do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Pará, e da qual fazem parte os docentes: Profa. Dra. Rosana Denaldi, Profa. Dra. Isa Rocha, Prof. Dr. Rômulo Ribeiro e Prof. Dr. Renato Pequeno. No total foram submetidas 44 dissertações, das quais duas não apresentaram a documentação exigida pelo edital.

A listagem pode ser vista integralmente na ata a seguir.