NOTA DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA ECOLÓGICA AOS PRESIDENCIÁVEIS

A Sociedade Brasileira de Economia Ecológica (ECOECO), entidade civil de caráter científico, vem respeitosamente dirigir-se aos ilustres candidatos à Presidência da República Federativa do Brasil, Senhores Fernando Haddad e Jair Messias Bolsonaro, a fim de solicitar-lhes compromisso público com as seguintes pautas, consideradas pela nossa Sociedade como essenciais para a prosperidade sustentável da nação brasileira:

i) Continuidade da participação brasileira no Acordo de Paris e fortalecimento da Política Nacional de Mudanças Climáticas. O Painel Intergovernamental sobre as Mudanças Climáticas (IPCC) divulgou no início de outubro de 2018 um Relatório especial em que: (1) reitera que as atividades humanas – sobretudo a queima de combustíveis fósseis e o desmatamento – já causaram um aquecimento médio global de cerca de 1oC acima do nível pré-industrial; (2) afirma que esse aquecimento deve prosseguir, atingindo 1,5oC entre 2030 e 2052, se as emissões de CO2 não forem forte e imediatamente reduzidas; (3) calcula que, para se evitar tal nível de aquecimento global, as emissões líquidas de CO2 (emissões menos sua absorção pela biomassa e por outros mecanismos) decorrentes das atividades humanas devem cair para cerca de 18 bilhões de toneladas já nos próximos 12 anos, e devem estar zeradas até 2050, mantendo-se zeradas a partir de então;

ii) Estímulos consistentes e contínuos para o aumento da participação das fontes eólica e solar na matriz energética brasileira;

iii) Garantia da solidez institucional dos órgãos ambientais e manutenção do Ministério do Meio Ambiente;

iv) Defesa inegociável da preservação e recomposição da cobertura vegetal dos biomas brasileiros e proteção dos grupos sociais que neles habitam. A FAO afirma: “Não podemos viver sem florestas”. Teremos, de fato, um mundo muito mais quente e mais seco sem elas. A manutenção das florestas e o reflorestamento são fatores cruciais na agenda de mitigação necessária para manter o aquecimento abaixo de níveis catastróficos. Salvar as florestas do mundo todo e em especial a Floresta Amazônica, a maior floresta tropical do mundo, é ao menos tão importante para o Brasil e para o mundo quanto a descontinuação dos combustíveis fósseis. Florestas são imprescindíveis para a manutenção da biodiversidade, para manter as chuvas, para a agricultura, para a reprodução social de vários grupos e, notadamente, para a regulação do ciclo do carbono;

v) Obediência estrita ao Estado Democrático de Direito.

A ECOECO repudia qualquer forma de violência, seja ela concreta ou simbólica, verbal e/ou física. Nossa Sociedade coloca-se, ainda, frontalmente contra todo tipo de ataque aos valores republicanos e às distintas formas de discriminação e preconceito que envilecem a convivência harmoniosa em nosso rico e diverso Brasil.

Campinas-SP, 19 de outubro de 2018

Prof. Daniel Caixeta Andrade
Presidente ECOECO (2018-2019)

Prof. Clóvis de Vasconcelos Cavalcanti
Presidente de Honra ECOECO

A nota pode ser lida no link a seguir.

Diretoria da ANPUR extremamente preocupada com os atos criminosos de intolerância e ódio

A Diretoria da ANPUR extremamente preocupada com os atos criminosos de intolerância e ódio que vem sendo propagados no interior de várias universidades brasileiras, resolveu expedir ofício aos Reitores da UnB, Unicamp, UFU e USP cobrando ações no sentido de investigar e punir tais atos.

Ofício enviado à Reitora da UnB

Ofício enviado ao Reitor da UFU

Ofício enviado ao Reitor da USP

Ofício enviado ao Reitor da Unicamp

XVIII ENANPUR – ADIAMENTO DE PRAZO

COMUNICADO

ADIAMENTO DE PRAZO

Considerando o envolvimento de muitos pesquisadores anpurianos nas eleições e atendendo a infinitos pedidos, o prazo para submissão de ARTIGOS NAS SESSÕES TEMÁTICAS e de submissão de SESSÕES LIVRES, para o XVIII ENANPUR, fica adiado para 15 DE NOVEMBRO DE 2018.

Espalhem a notícia!

Em breve, a informação estará atualizada na página do evento e no APP. Aliás, quem ainda não baixou o APLICATIVO para celular, este está disponível tanto para ANDROID como para IOS.

Márcio Moraes Valença – Coordenador geral

Sara Raquel Fernandes Queiroz de Medeiros – Coordenadora geral adjunta

Maiores informações, assim como as formas para submissão de artigos e Sessões Livres podem ser obtidos no site do evento.

UNIVERSIDADE CATÓLICA DO SALVADOR: Processo Seletivo para Programa de Pós-Graduação

O REITOR DA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO SALVADOR- UCSal, no uso de suas atribuições constantes no Art. 13 do Estatuto da Universidade, toma público que estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo dos candidatos ao PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO – MESTRADO E DOUTORADO EM PLANEJAMENTO TERRITORIAL E DESENVOLVIMENTO SOCIAL – PPGPTDS, regularmente aprovados pela CAPES/MEC, para 01 (uma) turma de 20 (vinte) alunos para o Mestrado e 01 (uma) turma de 10 (dez) alunos para o Doutorado, com previsão de início no mês de março de 2019, tudo na forma deste Edital e das Normas Complementares que venham a ser baixadas.

As inscrições serão realizadas sempre pela INTERNET, através do site: www.ucsal.br. Após a efetivação da inscrição e pagamento da taxa, o candidato deverá comparecer à Secretaria de Pós-graduação Stricto Sensu, da Universidade Católica do Salvador, localizada à Av. Prof. Pinto de Aguiar, 2589, Pituaçu, CEP 41740-090, no período de 25/09 a 26/10/2018 das 8:30h às 12h e das 14h às 16:30h, de segunda a sexta-feira, exceto feriados, para entrega da documentação.

Maiores informações podem ser obtidas no edital do processo.

UNICHAPECÓ: Evento Ruralidades | Urbanidades – potencialidades e desafios para o desenvolvimento

O conjunto dos eventos denominados IV Seminário Nacional de Planejamento e Desenvolvimento – SNPD, III Seminário Território, Territorialidades e Desenvolvimento Regional, VI Encontro dos Mestrados Profissionais da Área Planejamento Urbano e Regional/Demografia – Purd/Capes apresenta como temática “Ruralidades – Urbanidades: potencialidades e desafios para o desenvolvimento”. Será realizado no período de 11 a 12 de abril de 2019, na Universidade Comunitária da Região de Chapeco (Unochapecó), na Unochapecó, cidade de Chapecó/SC. De modo geral, o evento pretende: oportunizar espaços de discussão e interação envolvendo Instituições de Ensino Superior e Programas de Pós-Graduação stricto sensu vinculados à Área Planejamento Urbano Regional e Demografia da Capes, com destaque aos Mestrados Profissionais. De modo específico, o evento tem como propósito discutir e debater, a partir de trabalhos científicos desenvolvidos no meio acadêmico e profissional: a temática ruralidades contemporâneas e a agricultura de base familiar;  as relações e as interdependências entre planejamento e desenvolvimento; questões relacionadas ao desenvolvimento em escala local, considerando abordagens disciplinares e recortes territoriais. Esse evento é uma realização do Programa de Pós-Graduação Políticas Sociais e Dinâmicas Regionais (Mestrado Profissional) da Unochapecó e conta com a parceria dos Programas de Pós-graduação: Planejamento e Governança Pública – Utfpr/Campus Curitiba; Desenvolvimento Regional – Utfpr/Campus Pato Branco; Planejamento Regional e Gestão de Cidades – Ucam/Campus de Goytacazes; Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional – IPPUR/UFRJ. O evento conta com a participação de palestrantes estrangeiro e brasileiros e sua programação está organizada com mesas redondas, sessões temáticas e apresentação de trabalhos.

VISÃO GERAL

O compromisso selado  pelo Programa de Pós-Graduação stricto sensu Mestrado Profissional em Políticas Sociais e Dinâmicas Regionais da Unochapecó com os demais da Área PURD/Capes para sediar em Chapecó/SC o IV Seminário Nacional de Planejamento e Desenvolvimento – IV SNPD e o IV Encontro Nacional dos Mestrados Profissionais da Área Planejamento Urbano e Regional e Demografia – PURD/Capes, com o tema “Ruralidades – Urbanidades: Potencialidades e Desafios para o Desenvolvimento”, otimizou que a realização do Seminário “Território, Territorialidades e Desenvolvimento Regional: o Rural” em sua terceira edição, ocorresse integrada aos referidos eventos. No que se refere às edições anteriores do Seminário Nacional de Planejamento e Desenvolvimento e do Encontro Nacional dos Mestrados Profissionais da Área Planejamento Urbano e Regional e Demografia – PURD/Capes, têm-se as seguintes marcações no tempo.

Em julho de 2012, o Programa de Pós-graduação Planejamento e Governança Pública da Utfpr – Campus Curitiba/PR promoveu sua primeira edição, delimitando a temática Planejamento, Desenvolvimento e Governança Pública. A pauta principal durante esse I encontro dos Mestrados Profissionais (envolvendo os que lá estavam presentes) foi iniciar a elaboração de Documento da Produção Técnica para subsidiar os referidos mestrados. Assim, o referido documento foi trabalhado por uma comissão composta por docentes dos Programas da Utfpr, Unochapecó, Udesc e Ucam, em vigência no âmbito da Área /Capes desde outubro de 2016.

A segunda edição desses eventos ocorreu em setembro de 2015, quando o Programa de Pós-graduação Planejamento Territorial e Desenvolvimento Socioambiental da Udesc – Campus Florianópolis/SC assumiu a realização, abordando as temáticas Planejamento Territorial, Desenvolvimento Socioambiental e Inovação Aplicada ao Planejamento, contando com a presença da coordenação de Área da Capes. Em outubro de 2016 a Ucam – Campus de Goytacazes/RJ, por meio do Programa Planejamento Regional e Gestão de Cidades promoveu a terceira edição desses eventos, para discutir a temática Concepções, Processos e Experiências em Desenvolvimento e Planejamento Urbano e Regional e debater sobre a avaliação quadrienal aonde envolveu o coordenador dos mestrados profissionais da Área/Capes e os Programas presentes.

A realização integrada e continuada dos eventos “Seminário Nacional de Planejamento e Desenvolvimento e o Encontro Nacional dos Mestrados Profissionais da Área Planejamento Urbano e Regional e Demografia – PURD/Capes”, posiciona-se de fundamental importância, uma vez que proporciona o debate de questões inerentes à Área do Planejamento Urbano Regional e Demografia, como também questões específicas à modalidade Profissional na relação com a Acadêmica.

OBJETIVOS

De modo geral, o evento pretende:

Oportunizar espaços de discussão e interação envolvendo Instituições de Ensino Superior e Programas de Pós-Graduação stricto sensu vinculados à Área Planejamento Urbano Regional e Demografia da Capes, com destaque aos Mestrados Profissionais.

De modo específico, o evento tem como propósito discutir e debater, a partir de trabalhos científicos desenvolvidos no meio acadêmico e profissional:

  • a temática ruralidades contemporâneas e a agricultura de base familiar;
  • as relações e as interdependências entre planejamento e desenvolvimento;
  • questões relacionadas ao desenvolvimento em escala local, considerando abordagens disciplinares e recortes territoriais.

 

Para maiores informações e inscrições, por favor visite a página do evento.