XVIII ENANPUR – ADIAMENTO DE PRAZO

COMUNICADO

ADIAMENTO DE PRAZO

Considerando o envolvimento de muitos pesquisadores anpurianos nas eleições e atendendo a infinitos pedidos, o prazo para submissão de ARTIGOS NAS SESSÕES TEMÁTICAS e de submissão de SESSÕES LIVRES, para o XVIII ENANPUR, fica adiado para 15 DE NOVEMBRO DE 2018.

Espalhem a notícia!

Em breve, a informação estará atualizada na página do evento e no APP. Aliás, quem ainda não baixou o APLICATIVO para celular, este está disponível tanto para ANDROID como para IOS.

Márcio Moraes Valença – Coordenador geral

Sara Raquel Fernandes Queiroz de Medeiros – Coordenadora geral adjunta

Maiores informações, assim como as formas para submissão de artigos e Sessões Livres podem ser obtidos no site do evento.

UNIVERSIDADE CATÓLICA DO SALVADOR: Processo Seletivo para Programa de Pós-Graduação

O REITOR DA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO SALVADOR- UCSal, no uso de suas atribuições constantes no Art. 13 do Estatuto da Universidade, toma público que estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo dos candidatos ao PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO – MESTRADO E DOUTORADO EM PLANEJAMENTO TERRITORIAL E DESENVOLVIMENTO SOCIAL – PPGPTDS, regularmente aprovados pela CAPES/MEC, para 01 (uma) turma de 20 (vinte) alunos para o Mestrado e 01 (uma) turma de 10 (dez) alunos para o Doutorado, com previsão de início no mês de março de 2019, tudo na forma deste Edital e das Normas Complementares que venham a ser baixadas.

As inscrições serão realizadas sempre pela INTERNET, através do site: www.ucsal.br. Após a efetivação da inscrição e pagamento da taxa, o candidato deverá comparecer à Secretaria de Pós-graduação Stricto Sensu, da Universidade Católica do Salvador, localizada à Av. Prof. Pinto de Aguiar, 2589, Pituaçu, CEP 41740-090, no período de 25/09 a 26/10/2018 das 8:30h às 12h e das 14h às 16:30h, de segunda a sexta-feira, exceto feriados, para entrega da documentação.

Maiores informações podem ser obtidas no edital do processo.

UNICHAPECÓ: Evento Ruralidades | Urbanidades – potencialidades e desafios para o desenvolvimento

O conjunto dos eventos denominados IV Seminário Nacional de Planejamento e Desenvolvimento – SNPD, III Seminário Território, Territorialidades e Desenvolvimento Regional, VI Encontro dos Mestrados Profissionais da Área Planejamento Urbano e Regional/Demografia – Purd/Capes apresenta como temática “Ruralidades – Urbanidades: potencialidades e desafios para o desenvolvimento”. Será realizado no período de 11 a 12 de abril de 2019, na Universidade Comunitária da Região de Chapeco (Unochapecó), na Unochapecó, cidade de Chapecó/SC. De modo geral, o evento pretende: oportunizar espaços de discussão e interação envolvendo Instituições de Ensino Superior e Programas de Pós-Graduação stricto sensu vinculados à Área Planejamento Urbano Regional e Demografia da Capes, com destaque aos Mestrados Profissionais. De modo específico, o evento tem como propósito discutir e debater, a partir de trabalhos científicos desenvolvidos no meio acadêmico e profissional: a temática ruralidades contemporâneas e a agricultura de base familiar;  as relações e as interdependências entre planejamento e desenvolvimento; questões relacionadas ao desenvolvimento em escala local, considerando abordagens disciplinares e recortes territoriais. Esse evento é uma realização do Programa de Pós-Graduação Políticas Sociais e Dinâmicas Regionais (Mestrado Profissional) da Unochapecó e conta com a parceria dos Programas de Pós-graduação: Planejamento e Governança Pública – Utfpr/Campus Curitiba; Desenvolvimento Regional – Utfpr/Campus Pato Branco; Planejamento Regional e Gestão de Cidades – Ucam/Campus de Goytacazes; Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional – IPPUR/UFRJ. O evento conta com a participação de palestrantes estrangeiro e brasileiros e sua programação está organizada com mesas redondas, sessões temáticas e apresentação de trabalhos.

VISÃO GERAL

O compromisso selado  pelo Programa de Pós-Graduação stricto sensu Mestrado Profissional em Políticas Sociais e Dinâmicas Regionais da Unochapecó com os demais da Área PURD/Capes para sediar em Chapecó/SC o IV Seminário Nacional de Planejamento e Desenvolvimento – IV SNPD e o IV Encontro Nacional dos Mestrados Profissionais da Área Planejamento Urbano e Regional e Demografia – PURD/Capes, com o tema “Ruralidades – Urbanidades: Potencialidades e Desafios para o Desenvolvimento”, otimizou que a realização do Seminário “Território, Territorialidades e Desenvolvimento Regional: o Rural” em sua terceira edição, ocorresse integrada aos referidos eventos. No que se refere às edições anteriores do Seminário Nacional de Planejamento e Desenvolvimento e do Encontro Nacional dos Mestrados Profissionais da Área Planejamento Urbano e Regional e Demografia – PURD/Capes, têm-se as seguintes marcações no tempo.

Em julho de 2012, o Programa de Pós-graduação Planejamento e Governança Pública da Utfpr – Campus Curitiba/PR promoveu sua primeira edição, delimitando a temática Planejamento, Desenvolvimento e Governança Pública. A pauta principal durante esse I encontro dos Mestrados Profissionais (envolvendo os que lá estavam presentes) foi iniciar a elaboração de Documento da Produção Técnica para subsidiar os referidos mestrados. Assim, o referido documento foi trabalhado por uma comissão composta por docentes dos Programas da Utfpr, Unochapecó, Udesc e Ucam, em vigência no âmbito da Área /Capes desde outubro de 2016.

A segunda edição desses eventos ocorreu em setembro de 2015, quando o Programa de Pós-graduação Planejamento Territorial e Desenvolvimento Socioambiental da Udesc – Campus Florianópolis/SC assumiu a realização, abordando as temáticas Planejamento Territorial, Desenvolvimento Socioambiental e Inovação Aplicada ao Planejamento, contando com a presença da coordenação de Área da Capes. Em outubro de 2016 a Ucam – Campus de Goytacazes/RJ, por meio do Programa Planejamento Regional e Gestão de Cidades promoveu a terceira edição desses eventos, para discutir a temática Concepções, Processos e Experiências em Desenvolvimento e Planejamento Urbano e Regional e debater sobre a avaliação quadrienal aonde envolveu o coordenador dos mestrados profissionais da Área/Capes e os Programas presentes.

A realização integrada e continuada dos eventos “Seminário Nacional de Planejamento e Desenvolvimento e o Encontro Nacional dos Mestrados Profissionais da Área Planejamento Urbano e Regional e Demografia – PURD/Capes”, posiciona-se de fundamental importância, uma vez que proporciona o debate de questões inerentes à Área do Planejamento Urbano Regional e Demografia, como também questões específicas à modalidade Profissional na relação com a Acadêmica.

OBJETIVOS

De modo geral, o evento pretende:

Oportunizar espaços de discussão e interação envolvendo Instituições de Ensino Superior e Programas de Pós-Graduação stricto sensu vinculados à Área Planejamento Urbano Regional e Demografia da Capes, com destaque aos Mestrados Profissionais.

De modo específico, o evento tem como propósito discutir e debater, a partir de trabalhos científicos desenvolvidos no meio acadêmico e profissional:

  • a temática ruralidades contemporâneas e a agricultura de base familiar;
  • as relações e as interdependências entre planejamento e desenvolvimento;
  • questões relacionadas ao desenvolvimento em escala local, considerando abordagens disciplinares e recortes territoriais.

 

Para maiores informações e inscrições, por favor visite a página do evento.

 

EDITAL DO IX PRÊMIO DE ARTIGO “MILTON SANTOS”

A Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional (ANPUR) promove o concurso para o IX Prêmio “Milton Santos”, na categoria de Artigo. O prazo de inscrição terá início em 03 de dezembro de 2018 e as inscrições s e e n c e r r a m e m 01 de fevereiro de 2019. Os textos concorrentes devem ser apresentados em língua portuguesa, inglesa, espanhola ou francesa. Poderão inscrever trabalhos e concorrer ao prêmio: docentes, pesquisadores, profissionais e estudantes de qualquer nacionalidade vinculados a instituições brasileiras filiadas e associadas à ANPUR. Nenhum autor poderá ter mais de um trabalho inscrito, ainda que em coautoria. Serão aceitas somente inscrições de artigos publicados em primeira edição no período entre 04 de fevereiro de 2017 e 25 de janeiro de 2019. Serão aceitos artigos publicados em versão impressa e também em versão digital, ambos com comprovação dos respectivos ISSN e Conselho Editorial do periódico.

Deve ser enviado 1 (um) exemplar do periódico em que se encontra o artigo concorrente ou, em caso de versão digital, o endereço eletrônico do periódico e uma versão impressa do artigo. Os interessados deverão enviar ainda declaração de aceitação dos termos desse Edital para a Secretaria da ANPUR, sediada no Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional – CEDEPLAR/UFMG – Avenida Presidente Antônio Carlos, 6627, FACE/UFMG, Pampulha, Belo Horizonte – MG, CEP 31270-901, que o encaminhará a júri formado por, no mínimo, 5 (cinco) membros, sob presidência da Prof. Humberto Miranda do Nascimento (UNICAMP). O júri examinará os trabalhos e indicará o vencedor até 19 de abril de 2019, data em que será dada ampla divulgação aos resultados. Os Artigos, bem como os exemplares dos periódicos enviados, não serão devolvidos no final do concurso. A entrega do Prêmio será feita durante o XVIII Encontro Nacional da ANPUR, em maio de 2019, na cidade de Natal, em data e local a serem divulgados. Os casos omissos serão analisados e decididos pela Diretoria da ANPUR em conjunto com a Presidência do júri.

Mais informações podem ser obtidas no edital.

EDITAL DO IV PRÊMIO DE LIVROS “ANA CLARA TORRES RIBEIRO”

A Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional (ANPUR) promove o concurso para o IV Prêmio “Ana Clara Torres Ribeiro”, na categoria Livro. O prazo de inscrição terá início em 03 de dezembro de 2018 e se encerrará em 01 de fevereiro de 2019. Os textos concorrentes devem ser apresentados em língua portuguesa. Serão aceitas somente inscrições de livros publicados em primeira edição no período entre 4 de fevereiro de 2017 e 25 de janeiro de 2019. Serão aceitos livros publicados em versão impressa e também em versão digital, ambos com comprovação dos respectivos ISBN e publicados por editora com Conselho Editorial. No caso de livros impressos, os exemplares devem ser apresentados em sua versão impressa publicada. No caso de livro digital, devem ser enviadas versões impressas dos mesmos. Não serão aceitos livros organizados ou coletâneas.

Os interessados deverão enviar os 6 (seis) exemplares do trabalho concorrente para a Secretaria da ANPUR, sediada no Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional (CEDEPLAR/UFMG), Avenida Presidente Antônio Carlos, 6627, Sala 3006 FACE/UFMG, Pampulha, Belo Horizonte – MG, CEP 31270-901, que os encaminhará ao júri de no mínimo 5 (cinco) membros, sob presidência da Profa. Hipólita Siqueira (UFRJ). O júri examinará os trabalhos e indicará o contemplado até 19 de abril de 2019, data em que será dada ampla divulgação aos resultados. Os livros enviados não serão devolvidos no final do concurso. A entrega do Prêmio será feita durante o XVIII Encontro Nacional da ANPUR, em maio de 2019, na cidade de Natal, em data e local que serão também divulgados. Os casos omissos serão analisados e decididos pela Diretoria da ANPUR em conjunto com a Presidência do júri.

Mais informações podem ser obtidas no edital.

II PRÊMIO DE TESE DE DOUTORADO “RODRIGO SIMÕES” E XI PRÊMIO BRASILEIRO DE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO “POLÍTICA E PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL”

A Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional (ANPUR) promove o concurso para o II Prêmio “Rodrigo Simões” na categoria Tese de Doutorado e XI Prêmio Brasileiro “Política e Planejamento Urbano e Regional”, na categoria Dissertação de Mestrado. O prazo de inscrição terá início em 03 de dezembro de 2018 e se encerrará em 18 de janeiro de 2019. Os trabalhos concorrentes devem ser apresentados em língua portuguesa. Serão aceitas somente inscrições de Teses de Doutorado e Dissertações de Mestrado defendidas no período entre 04 de fevereiro de 2017 (data de encerramento das inscrições para o X Prêmio) e 30 de novembro de 2018.

O concurso será realizado em duas fases: na primeira fase, o júri analisará versões digitais (em formato PDF) das Teses e Dissertações inscritas pelos Programas de Pós-graduação, que estiverem adimplentes com a ANPUR, via internet, e selecionará os melhores trabalhos, até 8 (oito) em cada categoria, divulgando o resultado dessa primeira fase até 8 de março de 2019. Os (as) autores (as) cujos trabalhos tenham sido selecionados na primeira fase poderão ser solicitados a enviar até 5 (cinco) exemplares impressos pelo correio postal (Sedex com aviso de recebimento) até o dia 15 de março de 2019. Neste caso, os exemplares impressos solicitados deverão ser enviados à Secretaria da ANPUR, sediada no CEDEPLAR – Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional, Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG/FACE, Avenida Antônio Carlos, 6627, Pampulha – Belo Horizonte/MG, CEP 31270-901, que os encaminhará aos respectivos membros do júri.

Os dois júris examinarão os respectivos trabalhos e indicarão os contemplados. O júri do II Prêmio de Tese de Doutorado “Rodrigo Simões” será presidido pelo Prof. Tomás Moreira (USP/SC) e o júri do XI Prêmio Brasileiro de Dissertação de Mestrado “Política e Planejamento Urbano e Regional” será presidido pelo Prof. José Júlio Lima (UFPA). No dia 03 de maio de 2019 serão divulgados os resultados finais. As dissertações e teses enviadas não serão devolvidas ao final do concurso. A premiação será feita durante o XVIII Encontro Nacional da ANPUR, em maio de 2019, na cidade de Natal, em data e local a serem oportunamente divulgados. Os casos omissos serão analisados e decididos pela Diretoria da ANPUR em conjunto com a Presidência do júri.

Maiores detalhes podem ser obtidos através do edital do prêmio.

Nota Pública do Sistema de Museus, Acervos e Patrimônio Cultural – 10/09/2018

Em reunião do Sistema de Museus, Acervos e Patrimônio Cultural, órgão ligado ao Fórum de Ciência e Cultura da Universidade Federal do Rio de Janeiro, consagrada à elaboração do Orçamento 2019, dirigentes de museus e espaços de ciência, assim como Diretores de Faculdades e Institutos com sede em prédios tombados resolveram dirigir-se à comunidade universitária e à sociedade em geral para os esclarecimentos que seguem.

1. A UFRJ é detentora e responsável por extraordinário patrimônio cultural, em que se destacam, além do prédio que abrigou o Museu Nacional, 13 prédios tombados – seja pelo IPHAN, INEPAC ou IRPH, seja por mais de um desses órgãos de tutela.

2. Também integram este patrimônio, além do Museu Nacional, mais 15 outros museus e espaços de ciência, nas mais diversas áreas de conhecimento, como, por exemplo: Museu D. João VI (Escola de Belas Artes), Museu da Geodiversidade (Instituto de Geociências), Museu da Escola Politécnica, Casa da Ciência, Espaço Memorial Carlos Chagas Filho (Instituto de Biofísica), Observatório de Valongo, etc.

3. O Sistema de Informação e Bibliotecas (SiBI) integra e coordena 50 bibliotecas, muitas das quais concentram ricas coleções de obras raras, que vão do campo das Belas Artes à Medicina e Engenharia, que preservam e contam a história da educação, da ciência, da cultura e da arte, nacionais e internacionais.

4. Esse patrimônio, os acervos e coleções, os museus e espaços de ciência são parte integrante da vida universitária, das atividades regulares de ensino, pesquisa, extensão e difusão científico-cultural, que atendem tantos a estudantes e pesquisadores nacionais e estrangeiros, quanto às crianças e jovens de nossas escolas de ensino fundamental.

5. Por isso mesmo, tal patrimônio é inseparável da Universidade e está diretamente engajado no cumprimento de seus objetivos e compromissos, sem falar em suas obrigações constitucionais. Por sua dimensão, riqueza, diversidade e abrangência, é patrimônio também da cidade, do estado, da nação, em síntese, do povo brasileiro… para quem educação, ciência e cultura constituem bens públicos, e não mercadorias.

6. Nesse momento, a comunidade universitária, ainda traumatizada pela perda incomensurável decorrente do incêndio de nosso maior, mais antigo e mais importante Museu, só pode lamentar que tenham sido desprezados ao longo dos anos nossos incessantes reclamos por recursos adequados, encaminhados à União, através do Ministério da Educação, do Ministério da Cultura e do Ministério da Ciência e Tecnologia (agora Ministério da Comunicação, Ciência, Tecnologia e Inovação).

7. Tão ou mais grave quanto a omissão das autoridades federais ao longo dos anos que se passaram é a tentativa de esconder sua (ir)responsabilidade, buscando culpar e criminalizar justamente aqueles que, diuturnamente, têm lutado para tentar impedir que a memória da nação, de sua cultura e ciência virem pó. Aos atuais e antigos diretores do Museu Nacional, ao atual e aos antigos reitores da UFRJ, todos escolhidos pela nossa comunidade de forma democrática, reafirmamos nossa convicção e fé de que honraram e continuam honrando a confiança neles depositada pela comunidade universitária e pela sociedade brasileira.

A nota pode ser obtida em formato PDF através deste link.

FURB – Processo Seletivo do Curso de Mestrado em Desenvolvimento Regional

A Coordenação do PPGDR – Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional da Universidade Regional de Blumenau – FURB, no uso de suas atribuições, torna pública a abertura das inscrições para o Processo Seletivo do Curso de Mestrado em Desenvolvimento Regional.

São 20 vagas com inscrições até 02/10/2018.

Mais detalhes podem ser vistos no edital do processo seletivo.